Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
A união que faz uma regulação diferente
13/08/2019 12:34 em Novidades

A união que faz uma regulação diferente

Começo a escrever para Sechat com um tema bem comum nas rodas de eventos pelo Brasil a fora. É um assunto que está mais evidente no mundo da cannabis ultimamente:  quem está comprando quem? Quem comprou a Anvisa a ponto de ela estar enfrentando, inclusive, o governo federal personificado pela pessoa do ministro Osmar Terra no objetivo de regulamentar a cannabis para fins terapêuticos?

Há todo tipo de boato que você pode imaginar, desde empresas envolvidas no lobby até parentesco entre o atual presidente da Anvisa e uma empresa. São tudo boatos maldosos! Na verdade, a Anvisa vem sendo cobrada desde 2014 pela sociedade civil (famílias de pacientes) há fazer algo pelos pacientes, e todas a pressões internas e externas somadas ao aumento da demanda de importação levam naturalmente a uma regulamentação .

Em 2014, começamos uma série de reuniões dentro da Anvisa que foi retratada no filme Ilegal. Já em 2015, conseguimos liberar a importação do CBD, que foi um marco nessa luta. No ano seguinte, foi liberado a importação do THC para uma paciente que precisava da substância para as dores. Em 2017, foi liberado o registro do primeiro produto – Mevatil, que possui tanto CBD como THC.

No ano passado, houve várias reuniões na Anvisa, já que o antigo diretor-presidente, Jarbas Barbosa, prometeu deixar bem adiantado para o próximo. O atual presidente, Willian DIB, já pegou o barco andando, onde toda a equipe de diretores vinham trabalhando nas nossas demandas desde 2015.  Portanto, independente das pressões das empresas, as famílias, as associações já vinham cobrando uma solução para se facilitar o acesso no Brasil. 

O interessante nessa luta é que, antes, era o governo a favor, mas a Anvisa era meio contra.  Hoje, o que parece é que a Anvisa está a favor e o governo está contra. Um retrocesso que ainda vai dar muito pano para manga. 

Por isso, é hora de união entre todos os entes interessados para que a Anvisa cumpra o papel dela – sem viés político – observando seu papel de garantir segurança para população com uma regulamentação sugerida pela sociedade.  Por isso que houve uma consulta pública com sugestão da sociedade. Precisamos é de mais união, mais sugestões e menos fofocas!

Fonte: SECHAT

COMENTÁRIOS